Os indicados ao Globo de Ouro (e o que eles nos dizem sobre o Oscar)


Hoje de manhã foi divulgada a lista de filmes indicados ao Globo de Ouro 2010. A Associação da Imprensa Estrangeira de Hollywood confirmou alguns favoritos a prêmios do ano – e trouxe à tona produções que tem uma qualidade menor, mas que contam com um belo lobby. Para resumir, alguns filmes tem todos os méritos para estar na lista, outros aparecem como “tapa-buracos”. Mas vamos aos indicados – em cada categoria, vou comentando sobre os favoritos e os que correm por fora na disputa pelos prêmios.

Sempre vale dizer que o Globo de Ouro é um importante termômetro para o próximo Oscar. Acredito que alguns dos favoritos apontados pelos jornalistas estrangeiros em Hollywood serão também os favoritos no Oscar 2010 – como é o caso de Nine, Inglourious Basterds e, possivelmente, Up in the Air. Agora, senti a falta de Invictus como um dos concorrentes ao prêmio de Melhor Filme na categoria Drama. Estranho, muito estranho. Também achei injusto The Soloist ser totalmente ignorado (assim como Taking Woodstock). The Hurt Locker, um filme excelente e que foi pouco badalado pelo público, conseguiu chegar lá – assim como o fenômeno Avatar.

Vamos aos indicados (os filmes que já tem críticas aqui no blog terão um link para seu respectivo texto):

MELHOR FILME – DRAMA

Comentários: Precious tem boas chances de levar o prêmio. Sem dúvida, ele foi um dos filmes mais badalados do ano – e o Globo de Ouro, diferente do Oscar, tem a coragem de premiar uma história potente como esta. Ainda assim, Up in the Air se destaca por ter conseguido emplacar seis indicações e, assim, pode surpreender – sem contar que ele já conseguiu dois prêmios importantes na temporada, os do National Board of Review e o do Washington DC Area Film Critics Association. Avatar e Inglourious Basterds são dois fenômenos de bilheteria – mas tenho minhas dúvidas se conseguiram um prêmio entre os críticos. Acho difícil. E The Hurt Locker sim, pode surpreender. O ótimo filme de Kathryn Bigelow ganhou, até o momento, três prêmios de associações de críticos nos Estados Unidos (os de Boston, Nova York e Los Angeles). O duelo principal, aparentemente, ficará entre The Hurt Locker e Up in the Air.

MELHOR FILME – COMÉDIA OU MUSICAL

Comentários: Nine, sem dúvida, é o filme mais badalado nesta categoria e deve chegar com muita força ao próximo Oscar. Agora, é certo que ele vai ganhar o Globo de Ouro? Provavelmente. (500) Days of Summer é um filme excelente, que merece estar entre os indicados, mas provavelmente ele não terá a força para derrotar a superprodução dirigida por Rob Marshall. The Hangover foi um dos fenômenos do ano, por isso merece estar entre os indicados, mas dificilmente ganhará algum prêmio. Julie & Julia pode surpreender – ainda que, pessoalmente, eu ache ele muito fraco para enfrentar os demais. Entre (500) Days of Summer e Julie & Julia, sem dúvida prefiro o primeiro. Como os leitores deste blog devem saber, achei Julie & Julia bem fraquinho – ou, em outras palavras, abaixo do esperado. It’s Complicated, apesar de elogiado, corre por fora. O Globo de Ouro, resumindo, deve ser de Nine mesmo.

MELHOR DIRETOR

Comentários: Apenas feras estão nesta disputa – que será uma das mais acirradas do Globo de Ouro. Ainda assim, acredito que Clint Eastwood, Kathryn Bigelow e James Cameron sejam os favoritos ao prêmio. Nem preciso dizer que eu prefiro, praticamente em todas as ocasiões, a Clint Eastwood. Depois, a diretora Kathryn Bigelow mereceria também este reconhecimento. Quentin Tarantino, ainda que tenha feito um trabalho brilhante – mais um de sua carreira -, deve ter menos chances que os demais. Jason Reitman, se Up in the Air sair ganhando os outros prêmios, pode surpreender. Mas acredito que estes dois últimos diretores corram por fora. Dos indicados ao Globo de Ouro, devem ser nomeados para um Oscar Clint Eastwood, James Cameron e, possivelmente, Quentin Tarantino. Os outros dois, depende da força com que seus filmes chegarão até a disputa da Academia.

MELHOR ATRIZ – DRAMA

  • Emily Blunt, por The Young Victoria
  • Sandra Bullock, por The Blind Side
  • Helen Mirren, por The Last Station
  • Carey Mulligan, por An Education
  • Gabourey Sidibe, por Precious

Comentários: Se levarmos em conta as premiações dadas pelas associações de críticos dos Estados Unidos, Carey Mulligan leva vantagem na disputa pelo prêmio. Ainda assim, Hollywood muitas vezes pensa diferente. Neste caso, o Globo de Ouro pode premiar a um nome como Sandra Bullock, badalado por seu trabalho em três filmes em 2009 – o que seria um desastre, porque ela é o nome menos indicado a levar este prêmio. A disputa ganha em dificuldade com a presença da veterana e sempre competente Helen Mirren e pela elogiada e potente estréia de Gabourey Sidibe no filme Precious. Corre por fora Emily Blunt. O provável é que o prêmio fique entre Carey Mulligan, Gabourey Sidibe e Helen Mirren – com uma certa vantagem das duas jovens atrizes frente à veterana. Destes nomes, talvez Carey Mullinga e Helen Mirren cheguem com força até o Oscar. Seria interessante ver a Gabourey Sidibe ganhando uma das estatuetas – do Globo de Ouro ou do Oscar – mas, para isso, Precious precisa vencer alguns preconceitos e cair no gosto dos votantes.

MELHOR ATRIZ – COMÉDIA OU MUSICAL

  • Sandra Bullock, por The Proposal
  • Marion Cotillard, por Nine
  • Julia Roberts, por Duplicity
  • Meryl Streep, por It’s Complicated
  • Meryl Streep, por Julie & Julia

Comentários: Duas indicações para Meryl Streep sinalizam que a atriz é a favorita nesta categoria. Se levarmos em conta também que ela recebeu dois dos cinco prêmios entregues até o momento pelas associações de críticos nos Estados Unidos (as de Nova York e de Los Angeles), está comprovado que ela deve receber o prêmio. Ainda assim, não é de se ignorar a presença de Marion Cotillard na disputa – pelo badalado Nine. Correm por fora Sandra Bullock e Julia Roberts – especialmente a segunda. De qualquer forma, esta categoria comprova como o Globo de Ouro e o Oscar de 2010 estarão repletos de alguns dos nomes mais badalados da grande indústria do cinema mundial. Falando em Oscar, podem sobreviver a peneirada e chegar até o principal prêmio de Hollywood Meryl Streep e Marion Cotillard. Agora, Sandra Bullock sobra.

MELHOR ATOR – DRAMA

  • Jeff Bridges, por Crazy Heart
  • George Clooney, por Up in the Air
  • Colin Firth, por A Single Man
  • Morgan Freeman, por Invictus
  • Tobey Maguire, por Brothers

Comentários: O grande nome da disputa é o de Morgan Freeman. Ainda assim, ele pode ser surpreendido por George Clooney, o ator que ganhou três dos cinco prêmios da crítica entregues até o momento. Outro nome forte é o de Jeff Bridges, que teve um desempenho bastante elogiado em Crazy Heart. Correm por fora, Colin Firth e Tobey Maguire. Até o Oscar, devem chegar com força Morgan Freeman, George Clooney e, possivelmente, Jeff Bridges. Sou suspeita para falar, porque ainda não assisti a nenhum dos filmes concorrentes, mas sou uma eterna “votante” por Freeman. 😉 Descontado o meu gosto pessoal, talvez este seja o ano de Clooney. Na verdade, os últimos anos tem sido do ator e diretor que, pouco a pouco, se consagra como um dos “homens fortes” de Hollywood. Mesmo “correndo por fora”, Colin Firth consegue se destacar como um dos nomes de 2009 por seu trabalho em A Single Man. Tobey Maguire também atingiu outro patamar na carreira com o drama Brothers, dirigido pelo ótimo Jim Sheridan. A disputa é uma das boas.

MELHOR ATOR – COMÉDIA OU MUSICAL

  • Matt Damon, por The Informant!
  • Daniel Day-Lewis, por Nine
  • Robert Downey Jr., por Sherlock Holmes
  • Joseph Gordon-Levitt, por (500) Days of Summer
  • Michael Stuhlbarg, por A Serious Man

Comentários: Diferente da categoria de Melhor Ator – Drama, aqui existe um equilíbrio real entre quase todos os concorrentes. Ainda assim, ganha vantagem na disputa Daniel Day-Lewis, elogiado por seu trabalho em Nine; Michael Stuhlbarg por A Serious Man e Matt Damon por The Informant! Correm um pouco por fora Robert Downey Jr. e Joseph Gordon-Levitt. De todos eles, acredito que tem mais chances de chegar com fôlego até uma indicação ao Oscar os atores Day-Lewis e Michael Stuhlbarg. A disputa será boa entre eles. Sherlock Holmes, filme aguardado pelo público, conseguiu com esta indicação a Robert Downey Jr. ser lembrado no Globo de Ouro. Joseph Gordon-Levitt, em ascendência em Hollywood, conquista com esta nomeação o respaldo com a crítica que o público já lhe havia dado com (500) Days of Summer. Indicações justas.

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE

Comentários: Outra categoria bastante disputada. Mais que a de melhor atriz. Fica difícil apontar uma favorita, ainda que Penélope Cruz, Mo’nique e uma das duas atrizes de Up in the Air (Vera Farmiga, em especial) parecem ter uma certa vantagem. Em outras palavras, Julianne Moore corre um pouco por fora – ainda que A Single Man seja considerado, por muitos, um dos grandes títulos do ano. Até assistir a todos estas produções, não farei nenhum prognóstico. Mas acredito que tem grandes chances, além de levar o Globo de Ouro para casa, de chegar até o Oscar 2010 as atrizes Penélope Cruz e Mo’nique. Talvez Julianne Moore – o que, se ocorrer, só comprova como ela é uma das grandes intérpretes de sua geração.

MELHOR ATOR COADJUVANTE

  • Matt Damon, por Invictus
  • Woody Harrelson, por The Messenger
  • Christopher Plummer, por The Last Station
  • Stanley Tucci, por The Lovely Bones
  • Christoph Waltz, por Inglourious Basterds

Comentários: Christoph Waltz é o grande nome da disputa. Ainda assim, difícil dizer quem será o ganhador – em mais uma categoria bastante concorrida. Além de Waltz, são nomes fortes Matt Damon (em sua segunda indicação no mesmo ano), Woody Harrelson por seu desempenho em The Messenger, e Christopher Plummer como Leo Tolstoy em The Last Station. Corre por fora, aparentemente, Stanley Tucci por seu papel no drama The Lovely Bones. Todos são fortes concorrentes para chegar também a uma indicação no Oscar – especialmente Damon, Waltz e Plummer. Pessoalmente, eu apostaria por Christoph Waltz e seu grande desempenho no filme do Tarantino.

MELHOR FILME DE ANIMAÇÃO

  • Cloudy With a Chance of Meatballs (Está Chovendo Hamburguer)
  • Coraline
  • Fantastic Mr. Fox (O Fantástico Sr. Raposo)
  • The Princess and the Frog (A Princesa e o Sapo)
  • Up (Up – Altas Aventuras)

Comentários: A Walt Disney emplacou dois dos cinco indicados deste ano. E deve levar o prêmio para sua já bastante completa prateleira de prêmios. A dúvida é com qual dos dois títulos: o recente fenômeno (de público e crítica) The Princess and the Frog ou o badalado Up. Provavelmente o segundo. De qualquer forma, é certo que correm por fora Coraline, Fantastic Mr. Fox e Cloudy With a Chance of Meatballs. O único capaz de surpreender e vencer a Disney parece ser Coraline. Agora, será interessante se o Globo de Ouro for termômetro para o Oscar nesta categoria. Isso significaria que o excelente Mary and Max não chegaria até a disputa, assim como os bem comentados 9 e A Christimas Carol. Nesta categoria, mais que em outras, há pouco espaço para filmes ousados e/ou que fogem das grandes bilheterias. Todos os indicados foram bem no quesito comercial.

MELHOR FILME EM LÍNGUA ESTRANGEIRA

Comentários: Aqui, quase todos os concorrentes são peso-pesados. Os favoritos, sem dúvida, são o francês Un Prophète e o alemão Das Weisse Band. Ainda assim, não dá para ignorar a presença dos badalados veteranos Giuseppe Tornatore (com Baarìa) e Pedro Almodóvar (com Los Abrazos Rotos). Os dois chegam até a disputa mais pelo prestígio de seus nomes entre os críticos estrangeiros do que pela força de seus últimos trabalhos. Corre por fora, ainda que seja uma presença importante, o chileno La Nana. De todos os concorrentes, apenas Un Prophète e Das Weisse Band podem (e devem) chegar até o Oscar. Pessoalmente, acho que a produção francesa leva uma certa vantagem. Ainda assim, por se tratar da crítica estrangeira presente em Hollywood, pode ocorrer alguma “zebra”, como uma premiação para Almodóvar.

MELHOR ROTEIRO

Comentários: Disputa acirrada, mais uma vez. De um lado, um dos grandes fenômenos do ano, District 9. De outro, os elogiados Up in the Air e The Hurt Locker. No meio, entre eles, o ótimo roteiro de Inglourious Basterds e, correndo por fora, It’s Complicated. Difícil fazer um prognóstico. The Hurt Locker é um filme excelente, mas District 9, na opinião de muitos, recriou uma fórmula. E Tarantino… bem, Tarantino fez um de seus grandes trabalhos com Inglourious Basterds. Se os críticos forem um pouco ousados, podem consagrar a District 9. Mas se escolherem The Hurt Locker ou Up in the Air, não estarão fazendo nenhuma injustiça. It’s Complicated, escrito e dirigido por Nancy Meyers, conseguiu representar as comédias românticas na disputa. De todos os concorrentes, talvez o texto afiado de Jason Reitman e Sheldon Turner, que escreveram Up in the Air baseando-se no livro de Walter Kim, ganhe uma certa dianteira. O maior problema é apontar quantos deles vão chegar até o Oscar. Aposto por The Hurt Locker, Up in the Air, Inglourious Basterds e, talvez, District 9.

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL

  • Up
  • The Informant!
  • Avatar
  • A Single Man
  • Where the Wild Things Are

Comentários: Evidente que nesta categoria a disputa é mais fraca que na anterior. Levam uma certa vantagem A Single Man, Up e The Informant! Correm por fora, Avatar e Where the Wild Things Are – dois fenômenos que não podem ser ignorados. Se os críticos deixarem de lado um certo preconceito que ronda um blockbuster como Avatar, o filme de James Cameron pode surpreender. Mas A Single Man, até o momento, seria a minha aposta. Devem chegar com força até o Oscar apenas A Single Man e The Informant! (pelo menos na categoria de melhor roteiro original). Talvez Avatar consiga uma vaguinha.

MELHOR MÚSICA ORIGINAL

  • Cinema Italiano, de Nine, por Maury Yeston
  • I Want to Come Home, de Everybody’s Fine, por Paul McCartney
  • I Will See You, de Avatar, por James Horner e Simon Franglen
  • The Weary Kind, de Crazy Heart, por Ryan Bingham e T Bone Burnett
  • Winter, de Brothers, por U2

Comentários: Independente de quem ganhar esta disputa, pelo menos duas presenças importantes estarão em cena: Paul McCartney e Bono, do U2. Francamente, não conheço as músicas e não sei que papel elas desempenham em seus respectivos filmes. Ainda assim, James Horner é um veterano em premiações e tem a força de Avatar para ajudá-lo a ganhar o prêmio. Nine, o musical mais forte do ano, também emplacou uma indicação. Acredito que a música de Crazy Heart seja a única “menos badalada” – corre por fora. Para o Oscar, devem sobreviver as músicas de Nine, Avatar e, talvez, a de Brothers.

Os demais indicados ao Globo de Ouro são referentes a produções para a TV – séries e filmes produzidos para a “telinha”. Concordo com muitos críticos que afirmam que, ultimamente, justamente a TV dos Estados Unidos (e da Europa, em alguns casos) tem produzido o que há de melhor no mercado. Ganhando, inclusive, nos quesitos criatividade e qualidade a respeito do cinema. Infelizmente, ainda não consegui tempo para criar aqui no blog uma seção específica sobre séries televisivas. Quem sabe um dia? De qualquer forma, comento a seguir os indicados apenas nas categorias principais:

MELHOR SÉRIE DE TV – DRAMA

  • Big Love
  • Dexter
  • House
  • Mad Men
  • True Blood

Comentários: Com a safra atual de grandes séries na TV, fica difícil até escolher as cinco finalistas de cada categoria. Pessoalmente, sou fã de House e Dexter. Não assisti a última temporada de Dexter ainda, mas todos comentam que é uma das melhores do seriado. House começou bem este último ano, mas depois caiu de qualidade. Mad Men, contudo, parece ser a favorita de muitos críticos. Correm por fora, aparentemente, o fenômeno True Blood e Big Love. Se fosse dar um palpite, diria que Mad Men deve ganhar. Mas meu voto, sem dúvida, seria para Dexter.

MELHOR SÉRIE DE TV – COMÉDIA OU MUSICAL

  • 30 Rock
  • Entourage
  • Glee
  • Modern Family
  • The Office

Comentários: Mais uma vez, uma disputa acirradíssima. Estou desatualizada sobre estas séries – não assisti a nenhuma delas até o momento. Mas sei que Glee foi uma das grandes estréias do ano, junto com Modern Family. Ambas fazem uma quebra-de-braços curiosa com as “sempre” indicadas The Office e 30 Rock. Parece correr por fora Entourage.

E o que vocês acharam das indicações? Quem são os favoritos? Quem terá forças de chegar até o próximo Oscar? A bolsa de apostas está aberta – e agora é correr atrás para conferir de perto cada um destes títulos. Até a próxima crítica!

Anúncios

6 comentários em “Os indicados ao Globo de Ouro (e o que eles nos dizem sobre o Oscar)

  1. Não vi muitos, mas que Glee merece o prêmio, merece. The office é muito bom, mas acho que suas piadas estão começando a declinar e 30 rock é bom, e só bom, não vejo como um humor altamente desenvolvido – não que os outros sejam, mas ainda assim.
    Up é outro filme que merece prêmio, eu gostei muito. Acho uma boa história, bem conduzida, mastigada-pero-no-mucho e com uma doçura que não enjoa.
    De resto, não posso opinar muito. Mas o Golden Globe de 2011 com certeza.

    uma opinião honesta de um leitor chato.

    Curtir

  2. Olá l3on!!

    Então você recomenda Glee? Vou colocar na minha lista para assistir, logo que possível. 😉
    Bacana que você tenha comentado as séries de comédia, principalmente. Como eu disse, estou meio desatualizada neste segmento.

    Gostei de Up também mas, como pode-se observar pela crítica ao filme publicada aqui no blog, não achei “tudo aquilo”. Comparado a Wall-E, por exemplo, achei mais fraquinho – ainda que, claro, eles tratem de temas muito diferentes.

    Agora, fiquei curiosa para saber os teus indicados para o Golden Globe do próximo ano… diga aí, quais são suas apostas?

    Um grande abraço, meu leitor fiel e nada chato. 😉

    Curtir

  3. É, wall-e é um ótimo filme. No mínimo a mim, que tanto gosto de sci-fi, foi de apreço.

    Quanto aos indicados deste ano/que vem, veremos o que 2010 tem a nos oferecer, certo? Bem como não podemos nos concluir na capa de um livro, o janeiro do ano é muy temprano para dizer algo.

    Um abraço.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s