Evening – Ao Entardecer

Fazia tempo que eu queria ver esse filme. Não gosto de ler resumos de produções que ainda não vi, nem gosto muito de ver trailers e tudo o mais porque acho que “estraga” algumas surpresas. E não porque eu tenha uma memória prodigiosa para lembrar de cenas – porque isso não é verdade, hehehehehe – […]

Pathfinder – Desbravadores

  Eu reconheço: lendo os créditos iniciais de Pathfinder não reconheci nenhum nome em especial. Depois, quando a história começou, identifiquei o neozelandês Karl Urban como um rosto conhecido. Mais ninguém. Também não me parecia familiar o nome do diretor ou de qualquer outra pessoa envolvida no projeto. Como gosto de fazer, não tinha lido […]

I Could Never Be Your Woman – Nunca é Tarde para Amar

  Bem, nenhum dos dois títulos é interessante. Na verdade, não sei qual é o pior, se o original – I Could Never Be Your Woman – ou a tradução para o português – Nunca é Tarde para Amar. Bem, deixando isso para lá, devo confessar que “comédias românticas” não são o meu forte, apesar de […]

Lucky You – Bem-vindo ao Jogo

O diretor Curtis Hanson chamou a atenção do grande público e da crítica há exatos 10 anos com o eficaz e bem acabado L.A. Confidential – ou Los Angeles Cidade Proibida -, um filme um pouco noir, um pouco cínico demais para o ano que consagrou a Titanic. Depois desse filme, a única peça criada […]

Next – O Vidente

  Primeiro, um comentário: volta e meia aparece uma “tradução” de título de filme dos Estados Unidos para o português que é o Ó, não? Tem cada um… e esse eu colocaria na lista de infelicidades. Passar de Next para “O Vidente” foi demais. hehehehehehe. Sei lá, se não pensam em traduzir literalmente, como “Em […]