Filmes que valem a pena – Eu recomendo!


Meus bons leitores, eu sou uma cinéfila de carteirinha. Antes mesmo de escrever sobre cinema como jornalista, eu era louca por assistir a filmes. De todos os tipos. Documentários, dramas, de terror, comédias, de ação, suspense, thrillers, filmes-B, cinebiografias… enfim, todos que eu pudesse encarar pela frente. Filmes de Hollywood, da Índia, da Espanha, do Japão, da Argentina, do Canadá, da França, de onde viesse. Filmes bons, filmes lixo. Não importa. Todos merecem ser vistos. Desde os cults até os malditos. Desde aqueles que todos falam até aqueles que ninguém nunca ouviu falar.

Pois eu sigo atualmente com o mesmo gosto por cinema. Escrevendo agora para um blog e não para um jornal – estou de “férias” da profissão até terminar o meu doutorado -, continuo consumindo tudo que eu posso assim que me sobra tempo. Esse blog, falando nele, acho que não expliquei ao que ele vem. A idéia é escrever aqui sobre todos os filmes que eu vou assistindo, na ordem em que assisto. Por isso por aqui se encontram filmes bons e ruins. É como um “diário” – nem tão diário assim – de filmes, como um “caderno de anotações” do que eu ando assistindo. Espero que interesse a alguns e, mais que isso, que seja um ponto de encontro para falar sobre cinema.

Mas o objetivo deste post é comentar e indicar filmes bons que eu vi antes de criar este blog. Afinal, nos últimos anos apareceram vários filmes bacanas e que merecem ser visto. Como não vou falar deles por aqui – exceto se os assisto novamente, mas daí seria quase uma quebra de “regras” para esse blog -, resolvi listá-los e indicá-los.

Acho que todos os filmes abaixo merecem ser vistos – ou revistos. Bom proveito e bons filmes para todos!

Filmes que vi nos últimos dois anos e que recomendo:

Guardiões da Noite (Night Watch)

O Jardineiro Fiel (The Constant Gardener)

Minha Vida Sem Mim (My Life Without Me)

Flores Partidas (Broken Flowers)

Boa Noite, e Boa Sorte (Good Night, and Good Luck)

Uma Vida Iluminada (Everything is Illuminated)

Fora do Mapa (Off the Map)

Johnny & June (Walk the Line)

O Mestre das Armas (Huo Yuan Jia)

V de Vingança (V for Vendetta)

Nine Lives

Casa de Areia

Down in the Valley

Querida Wendy (Dear Wendy)

La Educación de las Hadas

Xeque-Mate (Lucky Number Slevin)

Obrigado por Fumar (Thank You for Smoking)

Pequena Miss Sunshine (Little Miss Sushine)

O Ilusionista (The Illusionist)

Babel

Paris Je T´Aime

As Bonecas Russas (Les Poupées Russes)

O Labirinto do Fauno (El Laberinto del Fauno)

Notas sobre um Escândalo (Notes on a Scandal)

300

Sicko

O Ano em que Meus Pais Saíram de Férias

O Vigarista do Ano (The Hoax)

Essa lista é dos que recomendo. Deixei para lá, sem citar, todo o restante. hehehehehe

Anúncios

11 comentários em “Filmes que valem a pena – Eu recomendo!

  1. Oi Mariana!

    Obrigada por teu comentário. Só não entendi de que filme exatamente você está falando ou quem seria este “ela” que é “o cara”… Se puderes esclarecer…

    Aliás, volte mais vezes aqui, até para comentar os filmes que eu ando escrevendo críticas a respeito.

    Um abraço.

    Curtir

  2. Ela é o cara, é o nome de um filme com a Amanda Bynes ! Muito massa! Procure se informar mais! Ela é o cara é um filme super famoso, e você faz uma página recomendando filmes, e não conheçe esse clássico ? Acorde pra vida

    Curtir

    1. Oi Luísa!

      Antes de mais nada, seja bem-vinda por aqui!

      Sério mesmo? Estás me indicando She’s the Man (Ela é o Cara)?
      Como posso te responder sem parecer grosseira? Vejamos… tenho por objetivo responder a todos os leitores deste blog. Assim como a anotar suas sugestões de filmes. Mas, francamente? Não me imagino perdendo tempo para assistir a She’s the Man.

      Mas ok, vou anotar aqui na minha lista. Só não tenho ideia quando terei paciência de assistí-lo, mas ok… tentarei.

      Agora, deixa eu te explicar uma coisa: comecei este blog em 2007. E publiquei este post comentando sobre alguns filmes anteriores ao blog, mas recentes, que eu tinha assistido e gostado. Jamais pensei em fazer uma lista com todos os filmes bacanas que assisti porque, cá entre nós, isso seria impossível. Entendeu?

      E, francamente, falar que um filme juvenil de 2006 é um clássico só pode ser piada. Você realmente já assistiu a algum clássico? Algo me diz que não…

      Mas ok, tua opinião está registrada. Obrigada por tua visita e comentário. Abraços!

      Curtir

  3. Oi, primeiramente, gostei do blog. Vim aqui para dá minha opnião e darei, realmente esses filmes parecem ótimos, tirando o fato de eu não ter uma certa paciência com filmes como Obrigado Por Fumar e Xeque-Mate (Já os assisti), de resto realmente são muito bons.. principalmente V de Vingança e O Ilusionista são filmes que onde me perguntam recomendo sem pensar duas vezes, esqueço completamente qualquer outro filme, esses e outros como “Seven, Diário de uma Paixão, O Guarda-Costa, Dirty Dancing (Grande sucesso no ano que foi lançado), A Identidade Bourne (Trilogia), Coração de Cavalheiro..(é, sou bastante eclética em muitas coisas, principalmente filmes)” entre muitos que me prendem em frente a um quadrado criado, basicamente, para poluir mentes alheias, rs’. Mas mudando um pouco de assunto, a garota realmente cometeu um total equivoco em comparar filmes para “adolescentes americanos” como um clássico, contudo não devemos ter um pré-conceito com nada, afinal todo filme nos ensina alguma coisa, se não for algo que realmente nos marque, ele pelo menos nos deixará algo que nos favorecerá no momento. Já assisti Ela é o Cara e gostei, os filmes da Amanda são um pouco do tipo “A Amanda é demais” e não gosto dessas coisas, mas os filmes dela sempre me deixam alguma mensagem.. Ela é o Cara, por exemplo, mostra muita coisa sobre o pré-conceito, assim como Amor a Bordo que faz agente dá mais valor ao que temos por perto, sem falar em Ela e os Caras (esse é outro filme, rs’) que nos faz querer por direito o que nos pertence… Não quero dizer que esses filmes são demais, apenas para que cada um veja o valor educacional que eles trazem e esses filmes também recomendo, eles são bons, cada um no seu contexto. Os títulos em inglês? Não vejo o porquê colocá-los, a maioria dos que vem aqui são brasileiros e a página toda é em português. Desculpa se falei alguma coisa demais, não foi a minha intenção, apenas dei minha opinião e novamente gostei do blog pois amo filmes demais, sem mais.

    Curtir

    1. Comenti um pequeno erro no nome do outro filme da Amanda, no lugar de “Amor a Bordo” é SOS do Amor, são tantos com quase o mesmo nome que perco a cabeça. kk’ Beijos querida!

      Curtir

  4. Oi Tarciana!

    Antes de mais nada, seja bem-vinda por aqui. Me desculpe demorar tanto para responder, mas só agora estou tendo tempo de voltar a colocar o papo por aqui em dia.

    Obrigada por tantas sugestões de filmes. Boa parte dos que listaste eu já assisti, mas alguns que comentaste, ainda não. Anotei aqui para assistí-los, quando sobrar um tempinho.

    Acho bem bacana teres um gosto eclético. Isso vale para o cinema, para a música, para a arte em geral. Eu também sou assim, e acho que a gente só tem a aprender ao “aventurar-se” por “searas” desconhecidas. A aprender e a nos surpreender, não é mesmo?

    Olha, vou discordar um pouco de ti, se me permites. Eu já assisti a filmes que não me ensinaram nada. No máximo, me deram sono e cansaram a minha paciência. Mas ensinar? Não acho que todo e qualquer filme ensine. E o mesmo vale para qualquer outro produto artístico. Até porque, muitos deles, não tem esse propósito. Alguns são feitos para provocar uma reação, outros para fazer pensar (concordo), enquanto outros existem só para ganhar dinheiro.

    Não desprezo os filmes “para adolescentes”, até porque muitos deles tem sim uma história interessante. Mas é que eles não entrariam na minha lista de filmes a indicar, apenas isso. E como esta página é sobre este tema… filmes que eu indicaria, por isso eu me senti no direito de responder o porque o filme citado dificilmente entraria em alguma lista que eu poderia fazer. Mas vai saber? Numa dessas me surpreendo e mordo a língua. 🙂

    Coloco os títulos originais dos filmes e o nome em português para que as pessoas saibam como procurá-los. Até porque existem vários casos de filmes distintos terem recebido o mesmo nome em português – e vice versa. Então ao colocar o título original e o título no mercado brasileiro, tento evitar erros e ajudar aos eventuais leitores de outros países também (tenho vários leitores de Portugal, por exemplo, ou brasileiros que estão em outras partes do mundo e que, em seus países, terão como referência os títulos originais e não aquele dado no mercado brasileiro).

    E obrigada, mais uma vez, por tua visita e pelos teus comentários. Espero que voltes por aqui mais vezes.

    Abraços e inté!

    Curtir

    1. Oi Luis!

      Obrigada pela tua visita e pelo teu comentário.

      Então, Medo e Delírio em Las Vegas não foi citado porque eu comentei apenas os filmes que eu tinha assistido pouco antes de criar este blog.
      Medo e Delírio e muitos outros filmes que eu indicaria eu assisti muito antes. Por isso eles não foram citados.

      Abraços e inté! Apareça por aqui mais vezes.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s